Arquivo do mês: janeiro 2013

Dez experiências que te habilitam a dizer “eu vivi a vida – e não apenas passei por ela”

#1 descer uma ladeira de bicicleta em alta velocidade, em um dia de chuva; #2 levar um fora de um grande amor; #3 ser pego colando em uma prova; #4 pular despreocupadamente com os dois pés em uma poça d’água; … Continuar lendo

Publicado em Pensamentos vagos | Marcado com , , | Deixe um comentário

Recálculo de Rota – ou – Sobre correr riscos

Quem nunca experimentou a sensação de descer uma big de uma ladeira de bicicleta, a milhão, em um dia de chuva, não sabe o que é viver!!! Fora a delícia que é em si, nada se compara com aquela percepção … Continuar lendo

Publicado em Pensamentos vagos | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Expectativas

No quesito expectativas, sou um grande fracasso. Geralmente, as jogo ao mais baixo patamar, para que não me decepcione quando as outras pessoas não agem de acordo com o que eu gostaria. E, mesmo preparado, me frustro quando isso acontece. … Continuar lendo

Publicado em Catedralismos, Pensamentos vagos | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Podemos ter sonhos?

O prolixo se rende a uma pergunta: Ainda posso sonhar? “Somos quem podemos ser. Sonhos que podemos ter. (…) E teremos” Sem palavras para essa interpretação do Pouca Vogal (gessinger + leindecker)… Somos Quem Podemos Ser (Humberto Gessinger) Um dia me … Continuar lendo

Publicado em Musicismos, Pensamentos vagos | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Madrugadas insones

“Quando se está só”, letra do saudoso Sérgio Pimenta, é uma canção recorrente em meus momentos de solidão. Em 2008, foi assim durante dois períodos de internação. E, agora, no final de 2012 e início de 2013, ela voltou a … Continuar lendo

Publicado em Musicismos | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Um dia de domingo

Saí do primeiro culto de 2013 agora à noite e a primeira música que me veio à cabeça foi um hino? Não… Mas, até que poderia ser – se você forçar um pouquinho a interpretação, como essa minha mente fértil … Continuar lendo

Publicado em Catedralismos | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Buscar o sentido da vida ou sentir a vida buscada?

(Publicado originalmente no facebook, em 3/1/2013. Republicado com pequenas edições e um acréscimo) Quem me conhece, sabe que sou notívago. À noite, escrevo, leio, produzo. Brinco que levanto cedo, mas acordo tarde, quando meu espírito consegue encontrar o meu corpo … Continuar lendo

Publicado em Pensamentos vagos | Marcado com , | Deixe um comentário